Marco Paulo di Spirito é expositor e pesquisador espírita. Ele participou da coletânea “Um novo olhar sobre ‘O Problema do ser, do destino e da dor’”. Esse livro, editado pela AME Brasil, revisitou a obra referencial de Léon Denis tratando das mesmas temáticas. Contudo, os 27 colaboradores lançaram um novo olhar, segundo a evolução da ciência e do conhecimento espírita passado um século.

Este seminário apresentou o conteúdo da publicação-tributo com a participação dos autores. Ele foi realizado em novembro de 2019 pela Associação Médico-Espírita de Minas Gerais (Amemg). Marco tratou de seu artigo. Mas, para além do assunto, explorou o caráter científico da Doutrina Espírita.

Por esse aspecto, o conferencista rende tributo a Allan Kardec e Denis. São eles pensadores pioneiros do método de investigação da ciência espírita. Nas palavras do codificador, para um campo novo de conhecimento que se sistematizava, era necessária uma abordagem científica igualmente nova.

Mas Marco teme que esse ímpeto esteja se perdendo no movimento espírita brasileiro. Uma das razões seria o hermetismo metodológico da ciência material acadêmica, que ele critica com veemência.

Continuar lendo

Mais Episódios