Assistindo

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 20

Instruções Psicofônicas
00:06:55

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 21

Instruções Psicofônicas
00:05:31

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 01

Instruções Psicofônicas
00:12:41

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 02

Instruções Psicofônicas
00:22:33

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 03

Instruções Psicofônicas
00:25:45

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 04

Instruções Psicofônicas
00:06:09

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 05

Instruções Psicofônicas
00:09:17

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 06

Instruções Psicofônicas
00:06:29

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 07

Instruções Psicofônicas
00:08:25

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 08

Instruções Psicofônicas
00:11:08

PODSER #021 – INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS

PodSER
02:47:41

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 09

Instruções Psicofônicas
00:08:47

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 10

Instruções Psicofônicas
00:11:42

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 11

Instruções Psicofônicas
00:07:28

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 12

Instruções Psicofônicas
00:09:37

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 13

Instruções Psicofônicas
00:11:10

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 14

Instruções Psicofônicas
00:17:45

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 15

Instruções Psicofônicas
00:09:05

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 16

Instruções Psicofônicas
00:07:34

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 17

Instruções Psicofônicas
00:06:55

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 18

Instruções Psicofônicas
00:06:09

INSTRUÇÕES PSICOFÔNICAS – EPISÓDIO 19

Instruções Psicofônicas
00:10:58

A vasta produção psicográfica de Chico Xavier é também variada. Há obras filosóficas, doutrinárias, romances, coletâneas de poemas e mensagens consoladoras. Tão diversas se mostram as comunicações de “Instruções Psicofônicas“. A voz do médium serviu de canal para Espíritos de graus diferentes de aprimoramento moral. E, quanto ao teor, o resultado do intercâmbio também reflete a diversidade.

Este episódio da série produzida pela Versátil Vídeo Spirite apresenta Francisca Júlia da Silva. A poetisa e professora paulista possui uma biografia intensa e trágica. Era figura respeitada nos meios literários do começo do século XX. Porém, por mais de uma ocasião, optou pela reclusão e abandonou a escrita.

Desenvolveu interesse por temas espiritualistas. Pesquisou e chegou a escrever sobre misticismo, vida após a morte e reencarnação. A tuberculose que acometeu o marido levou Francisca à depressão. E, poucas horas após a morte dele, cometeu suicídio.

Desencanada em 1920, passou por experiências dolorosas no plano espiritual. Na sessão do Grupo Meimei, em Pedro Leopoldo, registrada neste áudio, a poetisa é apresentada por André Luiz. O benfeitor relata ao grupo que Francisca, então, passara a trabalhar pela prevenção ao autoextermínio. E, com essa inspiração, ela declama seu soneto “Lutai”.

Continuar lendo

Comentários

Mais Episódios