Com muita delicadeza, os Amigos da Luz retratam a continuidade de uma relação. Mesmo após o retorno de quem se ama ao mundo espiritual, a vida prossegue. A interação também, ainda que não se possa ver, ouvir ou tocar o outro.

Neste vídeo, o grupo de humor espírita do Rio de Janeiro é econômico nas piadas. Aliás, as piadas são um elemento importante da trama. Elas que uniram o casal no passado. Agora, cada um em um plano, eles recobram o relacionamento.

Marta, personagem de Sandra Barbosa, chora de saudade sentada à mesa do café. Mas o marido, interpretado por Fábio de Luca, está ali, bem ao lado. Sem que a mulher saiba, as lembranças combinadas quase formam um diálogo.

Como sempre, os princípios da Doutrina Espírita são a base dos esquetes. Desta vez, os Amigos da Luz se superam em sensibilidade. Eles encenam a imortalidade da alma. E deixam no ar a certeza do reencontro na vida futura. Ele é apenas uma questão de “até logo”. A vida continua. E o amor também.

Continuar lendo

Mais Episódios