OS MISERÁVEIS – PARTE 02, UMA TEMPESTADE SOB UM CRÂNIO

Em 1934, o diretor Raymond Bernard levou às telas do cinema sua versão de “Os Miseráveis” (Le Misérables). Dividiu a história em três longas que somam quase cinco horas de projeção. E, até hoje, a crítica especializada considera esta a melhor adaptação do clássico de Victor Hugo.

A duração estendida é uma das razões para isso. Ela permitiu maior fidelidade ao enredo e profundidade psicológica aos personagens. A produção francesa tem inspiração no expressionismo. Ela foi restaurada há menos de dez anos. E, no Brasil, os filmes têm distribuição da Versátil Vídeo Spirte (Versátil Home Vídeo).

“Uma tempestade sob um crânio” é a primeira parte de três. Ela apresenta a transição de Jean Valjean de prisioneiro liberto à sua persona de bom prefeito Madeleine. Inicia-se a relação tensa com o inspetor Javert, seu perseguidor. O drama da pobre Fantine, apartada da filha Cosette, é a narrativa que cruza com a de Valjean.

O ex-condenado perseguido inicia sua saga por redenção e justiça. Mas o passado o persegue, e ele é dragado de seu novo caminho.

Continuar lendo

Mais Episódios