GIORDANO BRUNO

Giordano Bruno” é a cinebiografia do teólogo, filósofo e escritor italiano. Ele foi executado na fogueira da Inquisição sob acusação de heresia em 1600. A coprodução da Itália e da França se concentra nos processos movidos em seus 8 anos encarcerado.

O filme, de 1973, tem direção de Giuliano Montaldo e música de Ennio Morricone. O papel principal é de Gian Maria Volonté. E, no Brasil, o longa tem distribuição da Versátil Vídeo Spirite.

Bruno foi um pensador múltiplo. Suas obras versaram sobre temas científicos, trataram da natureza humana e também da relação com o divino. Seu legado para a cosmologia influenciou Galileu. Entre suas suposições, a noção de que as estrelas eram outros sóis com seus próprios planetas ao redor. Também sustentou que a Terra gira em torno do Sol, e não o contrário.

Mas foram suas hipóteses a respeito da essência imortal do homem e suas críticas à Igreja Católica que o conduziram à condenação. Um gênio controverso, místico e firme em suas convicções.

Em juízo, Bruno teve a oportunidade de abjurar de suas ideias. Mas não o fez. Ao contrário, expôs sua decepção com o Vaticano, de quem esperava a ação para frear o morticínio em nome da fé que assolava a Europa.

Continuar lendo

Comentários

Mais Episódios