Após a apresentação da estrutura geral do livro e do contexto histórico-social, começa o estudo propriamente dito. A proposta de Haroldo Dutra Dias é estudar os temas centrais de Levítico e não realizar a progressão sequencial de seus 27 capítulos. E essa a abordagem temática se dá em espiral, ou seja, a análise de um assunto retorna em nível de detalhamento cada vez mais profundo. Um convite à razão, ao sentimento e à reverência às Leis Divinas.

O primeiro tema abordado é Deus: sua natureza para o hebreu, a relação com Ele e, a partir dela, as dinâmicas estabelecidas pelo povo em peregrinação. Do capítulo 1 ao 17, Levítico apresenta normas de purificação sacrificial que visam à aproximação a Deus. São simbologias profundas, muitas das vezes incompreensíveis.

Na infância espiritual das povoações humanas, a obediência é a prova fundamental. Estão repletas dessa natureza de interação as práticas relativas ao tabernáculo, cuja construção a própria emanação divina solicitou a Moisés. Para se comungar com Deus, é necessária a pureza que precede a transcendência da santidade.

Continuar lendo

Mais Episódios