Assistindo

#031 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
0:53:15

#032 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
0:58:03

#033 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:09:16

#034 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:40:44

#035 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
0:57:25

#001 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
01:02:44

#002 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
01:12:28

#003 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
01:02:34

#004 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
01:11:08

#005 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:13:03

#006 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:16:51

#008 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:13:32

#009 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:10:29

#010 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
0:55:09

#011 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
0:54:37

#012 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:03:33

#013 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:06:36

#014 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
0:53:41

#015 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
0:52:58

#016 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:04:14

#017 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:07:19

#018 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:23:31

#019 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:08:44

#020 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:09:24

#021 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:35:06

#022 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:04:42

#023 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:11:24

#024 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:14:56

#025 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:21:58

#026 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:11:17

#027 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:08:08

#028 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:02:05

#029 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:03:41

#030 – ESTUDANDO ÊXODO

Estudando Êxodo
1:01:09

Haroldo Dutra Dias retrocede um passo no estudo de Êxodo à luz do Espiritismo. Isso porque o décimo e último mandamento ainda não foi comentado. Diz o texto, conforme grafado na versão do Deuteronômio: “Não cobiçarás a mulher do teu próximo; nem desejarás para ti a casa do teu próximo, nem o seu campo, nem o seu escravo, nem a sua escrava, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que pertença a teu próximo”.

Percebe-se no preceito uma preocupação em englobar toda a generalidade de posses. E com o objetivo de preservação das propriedades privadas. Ressalve-se que, naquele contexto histórico-cultural, inclusive a esposa era considerada assim. Além disso, a escravidão era uma realidade.

Dos Dez Mandamentos, os seis últimos tratam das interações humanas. Isto é, abordam a relação com o outro. Haroldo salienta que o décimo, em certa medida, por sua amplitude, está na base de todos esses anteriores.

Ele faz uma distinção fundamental em seu comentário. Cobiça é diferente de desejo. Desejar representa um motor da existência humana, e sua anulação contraria a vida. Já cobiçar refere-se a almejar qualquer bem alheio. No cerne, isso pode estar associado à falta de clareza quanto à própria identidade.

Assim, desejar bens e conquistas, inclusive as morais, constitui móvel saudável ao ser humano. Por outro lado, evitar a cobiça demanda a compreensão das diferenças de condições, aptidões e necessidades. Afinal, Deus não cria réplicas.

Continuar lendo

Comentários

Acompanhar estes Comentários
Notificar-me de
1 Comentário
Mais novos
Mais velhos Mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
bethromano

Bom dia! Não tem mais capítulos?

Mais Episódios

1
0
Participe da nossa comunidade! deixe seu comentário.x
()
x