O estudo de Êxodo à luz do Espiritismo dá sequência à análise dos Dez Mandamentos. Este episódio focaliza o quinto. A série de preceitos está registrada pela primeira vez no capítulo 20 do livro. Contudo, em razão da maior clareza, optou-se pela redação do capítulo 5 de Deuteronômio.

“Honra teu pai e tua mãe, conforme te ordenou o Senhor teu Deus, para que os teus dias se prolonguem e tudo corra bem na terra que o Senhor teu Deus te dá”. Haroldo Dutra Dias ressalta que o quinto mandamento trata dos pais.  Entretanto, ele se direciona aos filhos. É, portanto, uma norma filial.

E há dois aspectos importantes no estudo desse preceito – o primeiro a se dedicar às relações humanas. Um dos elementos de interpretação diz respeito à cooperação inata à dádiva da encarnação. Necessariamente, um gameta feminino e outro masculino devem se unir para o nascimento da semente, da célula ovo que dará origem ao corpo humano.

Assim, independentemente de questões morais dos genitores, a lei estabelece que se reconheça a bênção dessa doação genética e que se seja grato a ela. E, então, Haroldo sugere uma outra lição derivada da norma. Ela é uma preparação material e familiar do pleno sentimento de filiação ao Criador.

Continuar lendo

Comentários

Acompanhar estes Comentários
Notificar-me de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Mais Episódios

0
Participe da nossa comunidade! deixe seu comentário.x
()
x