Ao longo deste estudo de Êxodo à luz do Espiritismo, Haroldo Dutra Dias vem repetindo um bordão. A Lei de Talião nada tem a ver com Moisés e a Torá. Essa norma de teor vindicativo resume-se na máxima “olho por olho, dente por dente”. Mas foi instituída muito antes da época do libertador hebreu.

Mesmo assim, há difundida e estabelecida – mesmo entre interessados nas escrituras – essa associação equivocada. Ao contrário, Moisés foi um emissário da lei de amor, cujo autor é o Criador. Essa suprema norma que regula o universo constitui a síntese dos Dez Mandamentos. Essa leitura é o principal tema deste episódio.

O anúncio dos mandamentos pelo Senhor, no Monte Sinai, localiza-se bem no meio do livro de Êxodo. Formam eles uma espécie de contrato de fidelidade com vistas à aliança com os homens.

Haroldo destaca o teor das duas tábuas de pedra, onde foram registrados em solidez. Cada hemisfério trata de um caráter das relações humanas. O primeiro, com Deus, e o segundo, com o próximo.

Se se extrai da lei o substrato do amor, isso não se dá por meio da clareza ética ensinada por Jesus. A sociedade judaica de 2.000 anos antes, mais brutalizada e infantil espiritualmente, exigia regras de caráter proibitivo.

Continuar lendo

Comentários

Acompanhar estes Comentários
Notificar-me de
4 Comentários
Mais novos
Mais velhos Mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Thiago

Realmente esta sem audio a musica, vamos corrigir. Obrigado por nos informar. 😄

bethromano

Boa noite! Que pena que a música não vem som!

maciasneti

Maravilhoso encontro como sempre!!!

reginadrugowick

Música maravilhosa!!!

Mais Episódios

4
0
Participe da nossa comunidade! deixe seu comentário.x
()
x