A análise de estrutura literária é uma importante ferramenta para se estudar a Bíblia. Ela fornece uma visão do alto de um livro, destacando suas subdivisões. E essa é a proposta do segundo episódio de Estudando Êxodo à luz do Espiritismo.

No vídeo, Haroldo Dutra Dias convida para esse voo panorâmico sobre o segundo livro do Pentateuco judaico. Para tanto, ele exalta o compartilhamento de conhecimento que a atualidade possibilita. Durante o século XX, construiu-se uma sólida tradição de estudo bíblico, formada por acadêmicos de diversas denominações. E resulta dela a identificação dos marcos de Êxodo.

Podem-se considerar três partes. Para assinalá-las, Haroldo sugere a fixação de um termo para cada porção: liberdade, fidelidade e comunhão. Interessante perceber que esses substantivos, enquanto aquisições na interação com Deus, transcendem a narrativa histórica do povo em peregrinação no deserto. Assim, ressalta-se a luz permanente do texto.

Haroldo sintetiza as três seções, que percorrem uma ordem cronológica. Iniciam-se na escravidão no Egito até o ingresso em Canaã, a terra prometida. E perpassam o recebimento da instrução do alto, por revelação. Ele sugere a leitura da lição “Comungar com Deus“, de Emmanuel, psicografada por Chico Xavier.

Continuar lendo

Comentários

Mais Episódios