Assistindo

#35 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O CRISTIANISMO EM SUAS ORIGENS – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:08:50

#36 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O CRISTIANISMO EM SUAS ORIGENS – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:07:03

#37 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O CRISTIANISMO EM SUAS ORIGENS – 3ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:08:36

#38 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | OS BISPOS DE ROMA

Filosofia de Emmanuel
1:11:42

#39 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | INOVAÇÕES E DOGMAS ROMANOS

Filosofia de Emmanuel
1:09:41

#40 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | AS PRETENSÕES ROMANAS

Filosofia de Emmanuel
1:11:20

#41 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A BASE RELIGIOSA

Filosofia de Emmanuel
1:06:54

#42 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O TÓXICO DO INTELECTUALISMO

Filosofia de Emmanuel
1:10:40

#43 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | EXPERIÊNCIA QUE FRACASSARIA

Filosofia de Emmanuel
1:10:43

#44 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A FALIBILIDADE HUMANA

Filosofia de Emmanuel
1:13:15

#45 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O SUBLIME LEGADO

Filosofia de Emmanuel
1:11:00

#46 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | RELIGIÃO E RELIGIÕES

Filosofia de Emmanuel
1:06:30

#47 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | SABEDORIA INTEGRAL E ORDEM INVIOLÁVEL

Filosofia de Emmanuel
1:12:43

#48 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A NECESSIDADE DA EXPERIÊNCIA – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:13:20

#49 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A NECESSIDADE DA EXPERIÊNCIA – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:34

#50 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O MOMENTO DAS GRANDES LUTAS – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:08:38

#51 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O MOMENTO DAS GRANDES LUTAS – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:09:33

#52 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | OS PLANOS DO UNIVERSO SÃO INFINITOS

Filosofia de Emmanuel
1:13:44

#53 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O PROGRESSO ISOLADO DOS SERES – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:12:14

#54 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O PROGRESSO ISOLADO DOS SERES – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:11:52

#55 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O FUTURO É A PERFEIÇÃO – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:04:38

#56 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O FUTURO É A PERFEIÇÃO – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:10

#57 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O QUE SIGNIFICAM AS REENCARNAÇÕES – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:08:30

#58 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O QUE SIGNIFICAM AS REENCARNAÇÕES – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:07:01

#01 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | APRESENTAÇÃO

Filosofia de Emmanuel
1:07:32

#02 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | EXPLICANDO

Filosofia de Emmanuel
1:02:56

#03 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:02:28

#04 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:04:56

#05 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 3ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:30

#06 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 4ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:20

#07 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 5ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:04:46

#08 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 6ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:05:20

#09 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 7ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:09:16

#10 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 8ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:52

#11 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A TAREFA DOS GUIAS ESPIRITUAIS – 9ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:16

#12 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | ÀS ALMAS ENFRAQUECIDAS – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:08:14

#13 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | ÀS ALMAS ENFRAQUECIDAS – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:14:10

#14 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O QUE É O MODERNO ESPIRITUALISMO – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:07:50

#15 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O QUE É O MODERNO ESPIRITUALISMO – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:16:46

#16 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | NECESSIDADE DO ESFORÇO PRÓPRIO – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:08:16

#17 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | NECESSIDADE DO ESFORÇO PRÓPRIO – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:09:42

#18 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A PRECE

Filosofia de Emmanuel
1:09:24

#19 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | AOS ENFRAQUECIDOS NA LUTA – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:48

#20 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | AOS ENFRAQUECIDOS NA LUTA – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:20:56

#21 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | AOS ENFRAQUECIDOS NA LUTA – 3ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:05:48

#22 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A ASCENDÊNCIA DO EVANGELHO – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:22

#23 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A ASCENDÊNCIA DO EVANGELHO – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:11:10

#24 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A ASCENDÊNCIA DO EVANGELHO – 3ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:05:32

#25 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A ASCENDÊNCIA DO EVANGELHO – 4ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:15:30

#26 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | AS TRADIÇÕES RELIGIOSAS

Filosofia de Emmanuel
1:13:36

#27 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | OS MISSIONÁRIOS DO CRISTO

Filosofia de Emmanuel
1:07:35

#28 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | A LEI MOSAICA

Espiritismo.NET
1:06:04

#29 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | JESUS – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:09:22

#30 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | JESUS – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:08:05

#31 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O EVANGELHO E O FUTURO

Filosofia de Emmanuel
1:04:24

#32 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | ROMA E A HUMANIDADE – 1ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:06:45

#33 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | ROMA E A HUMANIDADE – 2ª PARTE

Filosofia de Emmanuel
1:09:29

#34 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | ROMA EM SEUS PRIMÓRDIOS

Filosofia de Emmanuel
1:08:01

#35 | FILOSOFIA DE EMMANUEL | O CRISTIANISMO EM SUAS ORIGENS – 1ª PARTE

<span;>Após descrever sucintamente a gênese do Império Romano, Emmanuel dedica-se a “O Cristianismo em suas origens”. A série de estudo, realizada pelo portal Espiritismo.NET, analisa esse texto no episódio. Com ele, o benfeitor explicita a contradição entre os pródromos dos dois movimentos humanos, que, por interesses políticos, iriam confluir décadas mais tarde.
<span;>Gustavo Silveira e Jailton Pinheiro observam um detalhe no trecho. Por duas vezes, em duas frases seguidas, o autor utiliza o adjetivo “edificante”. Nos casos, ele se refere ao benefício de se rememorar o contexto dos primeiros cristãos e suas práticas. Ressalta, assim, a fidelidade e o destemor daquelas pessoas modestas que deram prosseguimento ao legado de amor de Jesus.
<span;>”Afrontando a morte em todos os caminhos, reconheceram, em breve, que inúmeros Espíritos oprimidos os aguardavam”, diz o texto. Os amigos que se revezaram nos comentários lembraram os diversos exemplos a confirmarem essa descrição nos romances históricos do próprio Emmanuel. Tratam-se de personagens inspiradores, como Lívia, Célia e Paulo de Tarso. De fato, é edificante espelhar-se neles, tarefa sempre desafiadora.

Continuar lendo

Comentários

Acompanhar estes Comentários
Notificar-me de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Mais Episódios

0
Participe da nossa comunidade! deixe seu comentário.x
()
x