Como conferir seriedade às tarefas espíritas? Especialmente, em se tratando do intercâmbio mediúnico, o que favorece a presença e a parceria com os bons Espíritos? As respostas estão neste episódio da série “O Livro dos Espíritos“.

Marcelo Uchôa se dedica ao oitavo item da Introdução da obra-mãe do Espiritismo. Antes de visitar suas 1.019 questões, são detalhados os textos de abertura. Apenas o introdutório conta com 34 tópicos, todos redigidos por Allan Kardec.

A respeito do de número VIII, Marcelo identifica o estudo como tema central. Segundo o codificador, o conhecimento constitui o único meio pelo qual uma ideia nova pode ser devidamente examinada. No caso da Doutrina, seria necessário estudá-la para compreender seus princípios e, então, refutá-los. Do contrário, operar-se-ia por prejuízo, preconceito.

E, sobre o anseio de seriedade no trabalho mediúnico, estudar é justamente um dos pilares. O comprometimento com a natureza do intercâmbio se estrutura na busca por se conhecer os processos e os mecanismos que envolvem a mediunidade. E o outro alicerce, conforme o professor de Lyon, é a continuidade, a progressão, a constância.

Continuar lendo

Comentários

Mais Episódios