Hippolyte Rivail viveu por aproximadamente dez anos no educandário de Johann Pestalozzi. Lá, no castelo de Yverdon, na Suíça, o jovem francês passou de aluno a mestre, auxiliando, na adolescência, na educação dos menores que chegavam. Aquele período sob os cuidados do pedagogo deixou fortes marcas no futuro codificador.

Afinal, a Doutrina revela traços dessa influência de Pestalozzi? Marcelo Uchôa explora essa presença do grande educador suíço na formação de Allan Kardec. A liberdade de pensamento e o olhar de investigação são dois exemplos.

Esta série é dedicada a “O Livro dos Espíritos“, marco do Espiritismo. Os responsáveis por ela, Marcelo e Regina Mercadante, decidiram dedicar alguns episódios iniciais à biografia do codificador. E, neste, são apresentados a herança dos anos de Yverdon e a atuação do jovem professor.

A base de pesquisa são os registros biográficos de Zêus Wantuil e Francisco Thiesen, editados pela FEB. Assim que voltou à França e se formou docente, Rivail fundou sua própria instituição de ensino. Nessa época, escreveu duas obras: um tratado pedagógico de aritmética, voltado para as mães, e um ensaio em que propõe uma reforma do ensino básico francês.

Continuar lendo

Comentários

Mais Episódios