Em 1974, o filósofo e psicólogo norte-americano Raymond Moody Jr. lançou “Vida depois da vida”. Em pouco tempo, o livro tornou-se best-seller mundial, sendo traduzido para várias línguas. O que atraiu o grande público foi o tema: experiências de quase-morte (EQM).

Os 150 relatos coletados pelo professor confirmaram a existência do Espírito separável do corpo. E, além disso, apresentaram outra dimensão da realidade. Mas os casos interessaram ainda pela transformação moral que as experiências efetuaram naqueles que as tiveram e voltaram.

A publicação inspirou este documentário. Ele foi rodado em 1992 e intercala seis personagens que vivenciaram EQMs. Sua distribuição é da Versátil Vídeo Spirite. Chama atenção como as descrições se assemelham: volitação, luzes intensas, viagem por um túnel e grande sensação de bem-estar.

Dr. Moody participa do documentário. Porém, na primeira parte do vídeo, ele concede uma entrevista a Vanessa Anseloni em Baltimore (EUA). O autor reforça sua busca por métodos científicos que possam atestar a imortalidade espiritual e a reencarnação. Fica nítida sua tensão como pesquisador rigoroso que tenta aprimorar abordagens para lidar com o tema que o fascina.

Finalizam duas entrevistas. Divaldo Franco e o dr. Ney Pietro Peres comentam o pioneirismo acadêmico dos trabalhos do dr. Moody.

Continuar lendo

Mais Episódios