JESUS NA COVA – SERVIÇO ASSISTENCIAL E DIA DE FINADOS

Tradicionalmente, os cemitérios recebem muitos visitantes no Dia de Finados. No 2 de novembro, as pessoas se dirigem aos túmulos onde estão sepultados os corpos de entes amados. Levam flores, orações e saudade. O ambiente espiritual fica mais carregado nesses locais em função da tristeza somada.

Para reduzir esse impacto, os benfeitores do Centro Espírita O Consolador, de Ceilândia (DF), propuseram uma frente de trabalho. Oferecer ao público mensagens consoladoras nos cemitérios nessa data. O projeto começou assim e vem se ampliando ano a ano. Agora, cria-se praticamente um posto avançado da casa espírita.

O Portal Reação apresenta a iniciativa no minidocumentário. Os voluntários contam o impacto da tarefa nos enlutados e a expansão dela. Eles montam uma tenda no local no Dia de Finados. Lá, emprestam livros, dão passes, fazem preces e promovem palestras. E permanece a distribuição de panfletos com mensagens diretas objetivas.

Além disso, há uma frente mais assertiva, curiosamente denominada “Jesus na cova”. Os voluntários monitoram visitantes perante os túmulos que demonstram sofrimento mais intenso. Eles se aproximam, sugerem a realização de uma oração e prestam orientação espiritual.

Continuar lendo

Comentários

Mais Episódios