Assistindo

A TEMPESTADE E O HOMEM

Cuidando da Vida Mental
00:02:09

A TEMPESTADE E O HOMEM

Mensagem recebida por psicografia em 04 de dezembro de 2016 e que julgamos oportuna. O autor espiritual não foi divulgado por não ter ainda 70 anos de sua morte. O Identificaremos momentaneamente por Poeta 1.

A Tempestade e o Homem

Clamam os céus
Rugem os ventos
Sobe o pó das estradas
em confusos redemoinhos
As nuvens se ajuntam
negras e grossas
Mas o homem ignora,
não prepara a plantação
As sementes jazem
inertes no celeiro
Não há o movimento salvador
Caem as águas
abundantes, generosas
Molham o chão duro
onde nada há além de ideias
Ideias não germinam no solo
O homem vocifera
Fera
Abre os braços,
indignado
O campo vazio
Plantação de pó
como o homem,
que, a despeito
de todo aviso,
nada fez,
nenhuma providência
Onde falta trabalho
sobra reclamação
Pobre homem,
que grita aos ventos:
“a tempestade levou-me tudo!
A tempestade
veio de repente,
pegou-me de surpresa!”

Continuar lendo

Mais Episódios