O tema desta palestra guarda complexidades. Isso pelas dificuldades de abordá-lo. Como ter certeza de que uma pessoa recorre ao autoextermínio por influência direta de entidades desencanadas? E em que medida essa relação se verifica?
A própria expositora Eulália Bueno reconhece o desafio. Contudo, com sensibilidade e boas histórias, ela consegue apontar caminhos. Um marco lógico que adota convém ser destacado. Sendo Espíritos todos nós, nos dois planos, somos influenciados mutuamente também entre encarnados.
A conferencista e médium parte de uma narrativa simbólica em sua fala. Ela representa a condição da existência física, com suas limitações sensoriais. E destaca a necessidade de se buscar os verdadeiros tesouros do alto.
Eis a questão. Eulália centraliza suas reflexões nos riscos por trás dos anseios materiais. Eles ainda são a referência de êxito no mundo atual. Contudo, a fugacidade e as frustrações que normalmente estão associadas à ânsia por riqueza podem conduzir ao suicídio.
Este estudo fez parte do Às Portas do CEU. Esse encontro, realizado em 2018, serviu de preparação para o Congresso Espírita de Uberlândia de 2019. Aquela edição, que apontou Jesus como o caminho para a paz, celebrou os 10 anos da WEB Rádio Fraternidade.

Continuar lendo

Comentários

Acompanhar estes Comentários
Notificar-me de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Mais Episódios

0
Participe da nossa comunidade! deixe seu comentário.x
()
x