BEM AVENTURADOS OS QUE SOFREM PERSEGUIÇÃO POR CAUSA DA JUSTIÇA, PORQUE DELES É O REINO DOS CÉUS

Haroldo Dutra Dias joga luz nessa bem-aventurança. Ela está no Sermão do Monte, descrito no Evangelho de Mateus. Mas, em suas reflexões, o expositor lança mão de diversas obras espíritas. A palestra fez parte da programação do 4º Congresso Espírita de Uberlândia (CEU). O encontro foi realizado em janeiro pela WEB Rádio Fraternidade. Este vídeo tem interpretação em Libras.

A bem-aventurança trata da justiça divina, não da humana. Eis o desafio, posto que os meios de Deus são tantas vezes insondáveis. Haroldo destaca a reencarnação como principal instrumento dessa justiça universal.

Em vez de punição, como no processo humano, sua base é a educação. Em vez de penas, a reparação. Voltar à vida é oportunidade de refazer o malfeito. Assim, o conferencista e juiz afirma ser impossível separar a justiça do amor do Pai. São a mesma face.

A tarefa do discípulo cristão é estar no mundo sem ser do mundo. Seguir as diretrizes pedagógicas do Mestre é cumprir à risca as leis de Deus. No dia a dia, sofrer perseguições, acusações e incompreensões faz parte do roteiro do discipulado.

Continuar lendo

Mais Episódios