BEM AVENTURADOS OS PACIFICADORES, PORQUE ELES SERÃO CHAMADOS FILHOS DE DEUS

Simão Pedro de Lima detalha a sétima bem-aventurança do Sermão do Monte. A palestra foi realizada em janeiro, no 4º Congresso Espírita de Uberlândia (CEU). O encontro é promovido pela WEB Rádio Fraternidade. Este vídeo tem interpretação em Libras.

É preciso diferenciar o indivíduo pacífico do pacificador. O primeiro não revida a ofensa. O segundo vai além e promove a paz. Ambas as virtudes são bem-aventuranças descritas por Jesus. Simão Pedro explica que elas formam uma escalada. Uma depende da anterior. Neste caso, não há como se tornar pacificador sem ser pacífico. Só assim se identifica um “filho de Deus”, conforme o Evangelho.

A paz que Cristo nos oferece diferencia-se da do mundo. Emmanuel ensina a distinção. A condição genuína se verifica com a quitação da consciência perante os deveres. Mas o conferencista a transcende. É necessário não apenas revidar o mal. É preciso propagar o bem. Urge a construção da cultura de paz. E, como roteiro, Simão esmiúça a Oração de São Francisco.

Continuar lendo

Mais Episódios