Como tradicionalmente, o Congresso Espírita de Uberlândia (CEU) propôs em 2022 abordagens do Evangelho pela ótica espírita. A WEB Rádio Fraternidade, organizadora do encontro, definiu o tema “Vem e segue-me” para o 2° CEU Virtual. O formato online voltou a ser adotado pela continuidade da pandemia da Covid-19.

Esta palestra de Alberto Almeida fez parte da edição. Coube a ele tratar do calvário, momento dos mais tristes e cruéis que culminou na desencarnação de Jesus. Condenado pelo Sinédrio e por Roma, o Mestre sofreu a dupla punição. Essa característica configurou uma excrescência jurídica, mesmo para aquele contexto.

Aqui, o expositor e psicólogo recupera os detalhes históricos. E lembra as profecias que descreveram as circunstâncias daquela condenação que se tornaria conhecida no mundo inteiro. Isso para reforçar a tese de que o Cristo sabia o que deveria parecer e como deveria, na cruz.

Mas Alberto traz a narrativa para individualidade presente. E faz um exercício para que imaginemos o que se convém crucificar no nosso calvário íntimo com vistas à nossa ressurreição. Ao fim da exposição, ele tirou algumas dúvidas dos internautas.

Continuar lendo

Comentários

Acompanhar estes Comentários
Notificar-me de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Mais Episódios

0
Participe da nossa comunidade! deixe seu comentário.x
()
x