No 1º Congresso Espírita de Uberlândia (CEU), Haroldo Dutra Dias discorre sobre dois temas caros à justiça. E aparentemente antagônicos. O encontro da WEB Rádio Fraternidade foi realizado em janeiro de 2016. Juiz de direito por profissão, o conferencista faz um apanhado histórico dos sistemas humanos e descreve seus princípios. Contudo, a exposição diz respeito à justiça divina.

Sendo Deus perfeito e imutável, suas leis não poderiam ser diferentes. Haroldo aponta o relativismo moral como um mal dos dias atuais. Entretanto, a imutabilidade divina – o que atesta a espiritualidade em O Livro dos Espíritos – é determinante: o mal é sempre o mal, sem outras interpretações.

A rebeldia infantil, nas palavras do palestrante, impulsiona à rejeição das condições de vida. Porém, fazê-lo, é negar e concorrer com a Providência Divina, que jamais é punitiva. Ao contrário, sua justiça é eficaz em aperfeiçoar o homem pelo ensino. E, nesse sistema, o perdão é o antídoto que contém o ódio e a sede de vingança da vítima. Abrilhantam a palestra duas leituras de Emmanuel feitas por Haroldo. Chaves sublimes de compreensão.

Continuar lendo

Mais Episódios