Assistindo

A DEPENDÊNCIA QUÍMICA NUMA VISÃO ESPÍRITA E SOCIAL

1º CEU
01:21:59

A DEPENDÊNCIA QUÍMICA NUMA VISÃO ESPÍRITA E SOCIAL

Substâncias que alteram a consciência fazem parte da história da humanidade. Contudo, na atualidade, a presença de entorpecentes se ampliou. Seus impactos na saúde de indivíduos e da coletividade, na economia e na conformação social são graves. As drogas têm no crack sua face mais nítida.

Jorge Elarrat aponta duas causas majoritárias para o recrudescimento do problema na contemporaneidade. E elas têm imbricação comum. Normalmente, a dependência química se inicia com a busca de preenchimento de uma lacuna psicológica, um vazio existencial. Qual o sentido da vida? A perda de influência da religião e da espiritualidade no ocidente, nas últimas décadas, é um motivo. E o outro, a transição planetária. Nesta fase, espíritos de histórico bastante comprometido com as leis divinas recebem a última oportunidade reencarnatória.

A palestra ocorreu em 2016, no 1º Congresso Espírita de Uberlândia. O encontro é realizado pela WEB Rádio Fraternidade. Elarrat frisa o importante papel que o movimento espírita pode assumir acolhendo os irmãos na condição de dependência química. Mas, para isso, é preciso preparo e adequação terapêutica.

Continuar lendo

Mais Episódios