A música permeia a vida e é um elo de conexão da criatura com o Criador. Da criatura consigo mesma, ensejando a paz íntima, a harmonia no meio ao redor. E se reflete no ânimo, no estado de espírito, no reequilíbrio, na disposição pelo viver. João Cabet, insigne músico e compositor, referência na comunidade espírita, disse com propriedade: Se Deus não amasse a música, e os cânticos de toda a natureza, os pássaros nasceriam mudos e um grande silêncio sepultaria o homem no abismo da solidão.
A live Música e Espiritualidade teve como convidada especial a artista, compositora, instrumentista, intérprete e cantora Anatasha Meckenna que, em dado momento, cantou Aquarela, música de uma parceria entre o brasileiro, Toquinho, e o italiano, Maurizio Fabrizio. Nessa melodia, Anatasha fez um solo, alternando tom e intensidade de voz de modo a caracterizar a interpretação da cantora e a representação da voz de diferentes crianças num mesmo cenário, em perfeita encenação teatral.
Esteve também presente o cantor, compositor e instrumentista Fred Alef, interpretando Cabet e Leonard Cohen. A live caracterizou diferente temporalidade da música, tendo Anatasha cantado da música universal, lembrando Gounod, Ave Maria; e, da música espiritualizante, Oração de São Francisco de Assis.
Um momento áureo deu-se quando Anatasha e Fred interpretaram Almir Sater, com a música, Tocando em Frente. Ao final, Anatasha cantou Smile, de Chaplin. Estiveram presentes ainda Geraldo Campetti e Antonio Rubatino que atuaram como facilitadores.
Continuar lendo

Comentários

Mais Episódios