Pinga-Fogo

Pinga-Fogo foi um programa de televisão veiculado pela extinta TV Tupi Canal 4 de São Paulo. Estreou no ano de 1955 e terminou no início da década de 1980, com a crise financeira que culminou com o fechamento da emissora.

A entrevista com Chico Xavier

Nesse período, marcou a história da televisão no Brasil a personalidade de Francisco Cândido Xavier como entrevistado. Em 28 de julho de 1971 a convite da produção do programa, o médium foi ao ar ao vivo, retransmitido em rede nacional (coisa pouco comum para as emissoras televisivas à época).

O programa com previsão inicial para uma hora de duração, acabou por se estender por mais de três horas. Alcançou a maior audiência ja registrada na história da TV brasileira, com 75% dos televisores brasileiros ligados no programa

A impressionante repercussão junto à audiência levou a emissora a repetir o convite, indo ao ar, na noite de 21 de dezembro do mesmo ano, uma edição especial de fim de ano com o médium. Desta vez o programa acabou por estender-se por mais de 4 horas. A audiência estimada foi de 20 milhões de brasileiros.

Em ambas as ocasiões o médium respondeu à queima-roupa perguntas de alguns dos jornalistas mais conceituados do meio à época, como Saulo Gomes, Reali Júnior, Helle Alves, Herculano Pires, Freitas Nobre, Vicente Leporace, Durval Monteiro, além do escritor católico João de Scantimburgo e do espírita Hernani Guimarães Andrade. Foram abordados temas como espiritismo, mediunidade, caridade, sexo, pena de morte, aborto, chegada do homem a Lua, transplante de órgãos, bebê de proveta, homossexualidade, cremação dos mortos e muitos outros.

Pinga-Fogo e o Espiritismo

Vocabulário do Espiritismo