Música Espírita

Música Espírita 1

A música (do grego μουσική τέχνη – musiké téchne, a arte das musas) é uma forma de arte que se constitui basicamente em combinar sons e silêncio seguindo uma pré-organização ao longo do tempo. É considerada por diversos autores como uma prática cultural e humana. Atualmente não se conhece nenhuma civilização ou agrupamento que não possua manifestações musicais próprias.

A Música Espírita

Segundo afirma Gilberto Lepenisck em “A música no cenário espírita”:

“A música no cenário espírita tem objetivos muito mais nobres do que podemos imaginar. Ela é mais surpreendente e edificante do que podemos compreender, visto ser a harmonia uma espécie de sentimento que nos leva até aos planos mais vibráteis e sutis do Universo.

Cada criatura capta exatamente as melhores vibrações a partir do seu mundo interior e sente através das percepções emocionais os caminhos do amor, da fé e da consolação, conforme sua necessidade.”

Em inúmeras comunicações e obras espíritas vemos o uso da música como elemento de refazimento das forças espirituais dos desencarnados, quando no plano espiritual.

Uma cena já famosa do filme Nosso Lar mostra um momento de descanso e relaxamento conduzido por obras de elevado teor e beleza:

Música espirita nos filmes espiritas

A arte espírita ainda dá os primeiros passos e nós, encarnados, ainda tateamos no conhecimento acerca dos seus efeitos físicos e metafísicos.

A música é feita de ondas em vibrações tão elevadas quanto é a intenção de quem a compõe, por isso a música espírita, refletindo os conceitos da Doutrina Espírita busca auxiliar na elevação do espirito humano através de boas vibrações, criando o ambiente propício para o seu contato com o Divino.