Evangelização

Evangelização 1

Evangelização, numa visão simplista e tradicional, é a transmissão de informações sobre o Evangelho.

O Cristianismo e a Evangelização

As religiões cristãs, definem o termo Evangelização como o entendimento e a aplicação dos ensinamentos contidos no Novo Testamento, também chamado de Evangelho.

Cada visão do Cristianismo, encontrou sua forma particular de transmitir as mensagens da Vida de Jesus quando encarnado na Terra. A Evangelização, seja de crianças, jovens ou adultos, segue o mesmo processo.

A evangelização de bebês. uma prática recente, é uma inovação posta em prática pelos espíritas.

O Espiritismo e a Evangelização

O Espiritismo, particularmente revela com a ênfase dada à vivência, à exemplificação dos ensinamentos de Jesus e dos Apóstolos, a crença que os momentos de prática religiosa, devem ser baseados nos ensinamentos do mestre Jesus, seja no plano físico quanto no espiritual.

O evangelizador espírita defende que a evangelização não deve ser apenas transmitida, mas vivida em toda a sua plenitude, uma visão de vanguarda trazida pela Doutrina Espírita para o campo educacional.

Jesus o Evangelizador

Como evangelizador, Jesus não escolheu discípulos passivos ou perfeitos.

Sempre buscou tocar o sentimento, juntamente com o apelo para que a criatura raciocinasse, a fim de saber, de compreender porque deveria agir desse ou daquele modo.

Usando um modo de aprendizado baseado no exemplo Jesus mostrou aos espíritas, que evangelizar tem um sentido muito mais amplo do que aquele que é entendido pelo senso comum, pois tem como componente básico, indissociável, o elemento educação.

Evangelização, à luz do Espiritismo

Problematizar, colocando o evangelizando no papel de ator pensante, em construtor de seu destino, o convidando a  pensar e repensar sobre os fatos sociais, com a luz das leis Divinas.

O evangelizador espírita propõe a construção, junto com as crianças e jovens, pequenas e possíveis ações que possam fazer alguma diferença no contexto em que vivam.

Representa não só informar alguém a respeito da vida, dos ensinamentos e dos exemplos de Jesus, mas, principalmente, conscientizar a respeito da necessidade da aplicação constante desses conhecimentos evangélicos à vida diária.

Evangelizar com Jesus

Os ensinamentos de Jesus modificaram para sempre o entendimento do que significa religião. O Mestre nos ensinou que religião não é algo para ser vivido somente dentro dos templos, limitada ao uma elite mística, com práticas exclusivistas e ritualísticas.

A Casa de Deus, conforme seus ensinamentos e exemplos, passou a ser um ambiente intimo, um modo de vida, de relação com o próximo, em todos os momentos de nossa vida.

Os ensinamentos da Evangelização

O evangelho de Jesus nos ensinou que Deus está presente em todo o universo, alargou os limites dos templos, mostrando o Universo como um templo imenso:

“Na casa de meu Pai há muitas moradas” (Jo, 14: 2).

Evangelização como processo de vida

A evangelização, assim compreendida, não se dá num determinado período de tempo:

É um processo contínuo de despertamento da criatura para a necessidade do esforço, no sentido de promover a sua transformação moral, numa busca de auto-aprimoramento, que se inicia num determinado momento da vida, mas que não tem data alguma que lhe marque o fim.