Espiritismo

Espiritismo 1Doutrina espírita, Espiritismo ou Kardecismo, é a doutrina codificada pelo pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, usando o pseudônimo de Allan Kardec. Esta é baseada em cinco obras, escritas por ele, através da observação de fenômenos que o mesmo atribuía a manifestações de inteligências incorpóreas ou imateriais, denominadas espíritos.

A codificação espírita está presente em:

O espiritismo é ciência, filosofia e religião.

O Espiritismo é uma doutrina que tem como um dos princípios a comunicação com os espíritos. A doutrina espírita tem por fundamentos os seguintes preceitos, determinados por

Princípios da Doutrina Espírita

A existência de Deus

Para o Espiritismo, Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.

Imortalidade da Alma

Somos antes de tudo, espíritos, filhos de Deus. O espírito, o princípio inteligente, criado por Deus simples e ignorante, evoluiu e melhora gradativamente. Foi criado mas é imortal. Portanto, nós espíritos, já existíamos antes de nascermos e continuaremos a existir, depois da morte física.

Pluralidade das Existências

O Espírito é criado por Deus simples e ignorante, e com a pluralidade de suas existência vai aprendendo e construindo o seu destino. Conforme caminha na sua evolução desenvolve a capacidade de escolher entre o bem e o mal, sendo dotado de livre-arbítrio.

É portanto a reencarnação, através da Justiça e Misericórdia do Criados, que permite ao Espírito viver inúmeras vezes, para adquirir experiências, melhorando cada vez mais e conhecendo e se harmonizando com a Lei de Deus.

Pluralidade dos Mundos Habitados

Na casa do Pai há muitas moradas, disse o Mestre Jesus. Deus não desperdiça e não cria nada para deixar vazio, sem uso, inútil. Por isso existe vida e utilidade para todos os orbes dos universos e nem todas as encarnações acontecem na Terra. Existem mundos inferiores e superiores ao que vivemos e dependendo da nossa evolução, poderemos renascer num planeta de ordem elevada.

Comunicabilidade dos Espíritos

Os Espíritos estão por toda parte e eles são seres humanos desencarnados. E as relações entre os mundos visível e invisível podem ser ocultas ou patentes, espontâneas ou provocadas, segundo afirma Allan Kardec. Os Espíritos podem manifestar-se de muitas maneiras diferentes: pela vista, pela audição, pelo tato, produzindo ruídos e movimentos de corpos, pela escrita, desenho, música etc.

O início do Espiritismo

Espiritismo 2Durante o século XIX houve uma grande onda de manifestações mediúnicas nos Estados Unidos e na Europa.

O termo Spiritisme foi criado por Kardec em 1857 para definir o corpo de ideias reunidas em seu “O Livro dos Espíritos” e destacar as diferenças do espiritismo em relação ao espiritualismo.

Estas manifestações consistiam principalmente de ruídos estranhos, pancadas em móveis e objetos que se moviam ou flutuavam sem nenhuma causa aparente. No final dos anos 1840 destacou-se o suposto caso das Irmãs Fox, nos EUA

O Brasil e o Espiritismo

O brasil é o pais com o maior movimento espírita do mundo. São mais de 3,8 milhões de seguidores da doutrina, fazendo do nosso país a maior nação espírita do planeta.

Em 17 de setembro de 1865, apenas oito anos depois da fundação oficial do espiritismo na França, foi realizada em Salvador a primeira sessão da doutrina no Brasil, liderada por um jornalista, Luís Olímpio Teles de Menezes. No mesmo ano, surgiu o primeiro centro espírita do Brasil.

Figuras ilustres da cultura brasileira, como Bezerra de Menezes, transformaram a codificação espírita em uma religião tipicamente nacional.

Em grande parte divulgada por intelectuais nas nossas maiores cidades. Anos antes de ganhar as massas com Chico Xavier, os seguidores de Kardec já tinham uma nova capital, nos trópicos.

A Federação Espírita Brasileira – A FEB

Fundada em 1884, é uma entidade de utilidade pública que constitui-se na mais importante e influente organização representativa do Espiritismo no Brasil e em quase todos os países em que o movimento espírita está presente.

Através de expoentes espíritas notórios, principalmente o Dr. Bezerra de Menezes, a FEB logo consolidou no Brasil a formatação do Espiritismo enquanto religião.

Em diversos países, a federação fornece amplo apoio à médiuns, palestrantes e outras organizações espíritas, publica e traduz livros na temática e promove ações de caridade.

A FEB é a associação representante do Brasil junto ao Conselho Espírita Internacional (CEI).