Antônio Lima

Antônio Lima nasceu na então capital do Brasil Império, Rio de Janeiro, no dia 30 de março de 1864. Foi um dos pioneiros do Espiritismo no Rio de Janeiro, não se sabendo exatamente como tomou conhecimento da Doutrina. Em 1904, a Federação Espírita Brasileira (FEB) publicava os livros da Codificação traduzidos por ele, em edição especial comemorativa do primeiro centenário do nascimento de Allan Kardec.

Antônio Lima foi escritor, jornalista e grande expositor da Doutrina Espírita, Lima deixou uma vasta bibliografia espírita e não espírita, além de várias traduções do francês, do inglês e do espanhol. Entre os seus livros, constam:

  • Belos, Flores Fanadas e Canto do Cisne(versos),
  • Epopeia da Natureza (episódio lírico),
  • O Coração de Jesus (poema evangélico),
  • A Cruzada Redentora, composta de três romances:
    • A Caminho do Abismo,
    • Senda de Espinhos
    • Estrada de Damasco (um encadeamento de vidas sucessivas, valorizando a reencarnação com Justiça Divina),
  • A Sonâmbula e A Vida de Jesus.

Quase aos 80 anos de idade, tomou a iniciativa de fundar a Sociedade Editora dos Livros de Allan Kardec (SEAL) com a finalidade de baratear o custo dos livros básicos do Espiritismo.

Sua desencarnação se deu no dia 26 de março de 1946, faltando apenas quatro dias para completar 82 anos de idade.