TRANSCENDENDO A DOENÇA, ALCANÇANDO O HUMANO, RESGATANDO O SENTIDO

“Por que isso está acontecendo comigo?” Essa pergunta costuma ser feita diante de provas difíceis. E a intenção dela podem ser duas. Uma, talvez mais comum, reflita o desejo de reclamar do quadro que se vive. Traduz inconformação, portanto. Já a outra intenção é o interesse sincero em se compreender o presente.

E é dessa segunda interpretação que trata Eric Ávila. A reflexão principia da doença. A busca por sentido, nesses casos, constitui tanto desafio quanto bálsamo. A palestra foi realizada no Hospital Espírita André Luiz, em Belo Horizonte. Ela fez parte da 37ª Semana de Psiquiatria e Espiritismo, da Associação Médico-Espírita de Minas Gerais (Amemg).

Em sua fala, o médico trabalha três eixos: o autoconhecimento, a fraternidade e o serviço. Unindo a todos, o amor exemplificado por Jesus Cristo em seu Evangelho. E ele evoca ainda pinceladas de outra biografia, de Carlos Chagas. O servidor da saúde dedicado compreendeu a necessidade de atender afetuosamente todas as gentes.

Contudo, o primeiro passo para qualquer transformação, visando ao bom trabalho, passa pela intimidade. Compreender os sentimentos, os pensamentos e os propósitos das provações constituem exercícios permanentes.

Continuar lendo

Comentários

Mais Episódios