Leandro Franco apresenta uma série de reflexões e levanta outras questões a respeito da reconciliação. O que significa? Como buscá-la? Por que é benéfica? Inspirado por um livro de Andrei Moreira, o expositor trabalha em três níveis desejáveis: reconciliar-se consigo, com a família e com Deus.

Esta palestra ocorreu em outubro de 2019, no Hospital Espírita André Luiz, em Belo Horizonte. Ela integrou a 37ª Semana de Psiquiatria e Espiritismo. A promoção do encontro é da Associação Médico-Espírita de Minas Gerais (Amemg).

O médico conferencista baseou sua fala em três passagens bíblicas. Uma é de Gênesis, e as demais, do Evangelho. Ele salientou sobre a necessidade de se partir da própria condição. Ou seja, reconciliar-se é o primeiro passo do permanente processo de reintegração harmônica com os companheiros de jornada na Terra e com toda a Criação.

Entretanto, afirma Leandro, deve-se conhecer-se para se perdoar. Observar e analisar as próprias ações e posições diante da vida é o caminho já apresentado pela Doutrina Espírita. O exemplo lembrado é de Zaqueu. O cobrador de impostos, reconhecendo sua pequenez, subiu no sicômoro para ver Jesus. E acabou sendo visto por ele.

Continuar lendo

Mais Episódios